domingo, 12 de dezembro de 2010

Come on let your colors burst

  Então há aquela sensação.Onde lá no fundo sabemos que há algo errado, algo que não podemos explicar!Alguns minutos em que tudo parece se desestabilizar, todos os problemas parecem eclodir à sua volta sem aparentes soluções.O coração é invadido pelo medo, pela angústia e a idéia de felicidade plena nos deixa lentamente, até não lembrarmos dela nada mais do que seu próprio nome.
Um apitada de ansiedade anexa à sensação de descer constantemente uma montanha russa.
Uma reviravolta no estômago.
Um aperto no coração.

Então nessa hora, "deixe sua luz brilhar, mostre ao mundo o que você vale, deixe suas cores explodirem, deixe-os surpresos"
Para esses momentos..
video

sábado, 27 de novembro de 2010

"Tu tens um medo: Acabar. Não vês que acabas todo dia. Que morres no amor. Na tristeza. Na dúvida. No desejo. Que te renovas todo dia. No amor. Na tristeza. Na dúvida. No desejo. Que és sempre outro. Que és sempre o mesmo. Que morrerás por idades imensas. Até não teres medo de morrer. E então serás eterno."
CECÍLIA MEIRELES

sábado, 13 de novembro de 2010

"E a coisa mais divina que há no mundo é viver cada segundo como nunca mais"

Vinícius de Moraes

terça-feira, 2 de novembro de 2010

SOMEWHERE IN BETWEEN







Saudades do lugar seguro, do pensamento cômodo ainda que o comodismo seja uma forma de pessoas andarem em círculo, não progredirem nem regredirem, apenas ficarem estagnadas.
Por mais razões pelas quais o dinamismo da vida exerça certo encantamento, neste momento, estou com medo.Não analiso esse sentimento apenas da pior maneira pois pequenos defeitos são importantes.São eles que nos fazem grandes,que nos fazem fortes, que nos fazem acordar.
Mas confesso, meu coração está inseguro.
Diante da atual transitoriedade, um turbilhão de sentimentos me envolvem, me tomam por inteira e fazem com que eu me cerque de " e se"...
" e se não for isso?", " e se não der certo?", " e se não for a melhor atitude?"
percebo que não é possível voltar no tempo.
entao, gosto de pensar que se seguirmos o coração, lá na frente tudo se explica, tudo se encaixa.
Algumas coisas na vida não há quem faça senão nós mesmos. Se eu preciso seguir em frente, entao basta.

"Cause I'm waiting for tonight
than waiting for tomorrow
I'm somewhere in between
what is real and just a dream..."

"E se" eu cansei de esperar?
decido que quero, que quero o agora!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

UTOPIA


Hoje acordei com um pensamento revolucionário, aquele que temos algumas vezes em nossa vida de querer mudar todos os conceitos. Somos condicionados a aceitar um padrão, seja ele estético, linguistico ou cultural e começo a me perguntar o porquê.
Por que não podemos viver à nossa maneira?
Se me fosse concedido ao menos um dia de poder de criação, talvez um dia de"brincar de ser Deus" imaginaria um mundo onde sentimentos como medo, insegurança, mágoas e inveja não teriam espaço!Todos estariam demasiadamente ocupados com suas próprias vidas, com seu objetivo de alcançar a felicidade que não desperdiçariam tempo preocupados com a vida alheia.
Escolheria a liberdade, viver sem muros, barreiras que criamos ao nosso redor para abafar nossa insegurança, nos proteger do incerto!Dói controlar o pensamento, não dar vazão ao sentimento.Optaria por amor sem medida, amar é infinitamente melhor!
Arriscaria seguir o coração, arriscaria seguir os instintos...
E nessa utopia, gostaria de pensar que a felicidade é igual para todos, que não existe linhagem de comportamento pré- determinada para consegui-la, que não existe condição para ela.
Me propus a dar uma chance ao acaso, com certa expectativa, lanço meu desejo no ar!
Enquanto formos capazes de acreditar na magia do mundo, ela existirá.



quinta-feira, 2 de setembro de 2010




"Porque entre o sim e o não é só um sopro, entre o bom e o mau apenas um pensamento, entre a vida e a morte só um leve sacudir de panos - e a poeira do tempo, com todo o tempo que eu perdi, tudo recobre, tudo apaga, tudo torna simples e tão indiferente."LYA LUFT

Neste momento há aproximadamente 7 bilhões de pessoas no mundo.
Algumas estão abrindo os olhos e enxergando pela primeira vez
outras fecham a cortina de seus palcos, encerram sua "ópera da vida"
Algumas fogem com medo, 
algumas mentem.
Algumas ,de uma maneira pior, mentem para sí mesmas!
Outras estão encarando a verdade agora.
Para algumas esse é o dia mais importante de suas vidas, enquanto que para outras ficará marcada uma grande tristeza!
7 bilhões de pessoas
7 bilhões de destinos
7 bilhões de almas
o que nos liga uns aos outros?O que nos faz ser tão diferentes e ao mesmo tempo semelhantes?
A busca da felicidade.
Ela nos torna mais humanos, mais compreensivos, mais permissivos!
Buscamos a realização, a paz da alma, e principalmente a paz da consciência.
Há a certeza de que tudo é transitório, de que existe o amanhã.
O que nos une é a necessidade de sentir que há algo a mais, que uma vida apenas não basta!
Quando sentir um vazio por dentro, sentir que está sozinho no mundo, pense que há pelo menos 6 bilhões 999 milhões 999 mil 999 pessoas iguais a você!Algumas estarão melhores, outras piores, mas todas com uma certeza...
a de que existe o amanhã


domingo, 29 de agosto de 2010

Vislumbre da alma






Ao passar dos anos,infelizmente, as pessoas se dão conta de que é muito mais seguro viver mentindo. É tão cômodo usar uma máscara. Revelar sua essência, assumir suas atitudes, se desculpar se preciso for, não, isso é muito difícil! Toda a máscara mantém os olhos intactos, abertos para o mundo para que, mesmo escondendo dele nossa verdadeira face, consigamos enxergar.No entanto, são justamente os olhos que desmentem as máscaras. 
Como diz William Shakespeare " As palavras estão cheias de falsidade ou de arte, o olhar é a linguagem do coração"
É olhando nos seus olhos que eu sinto, que eu sei.
Não posso dizer que te conheço pelo seu modo de andar, nem ao menos sei se isso é uma classificação para alguém,seria bobagem dizer que me encanto apenas por suas frases engraçadas, pelo seu sorriso de lado, meio inseguro se deveria realmente estar ali, não posso dizer que sei quem você é por suas atitudes pois elas, muitas vezes, camuflaram suas reais intenções, seus desejos verdadeiros.
 Nesse mundo que se faz deserto, não posso nem afirmar com certeza que te conheço. Talvez eu nunca chegue a te conhecer de verdade.
Mas me atenho a esse momento. E nele, te conheço pelo seu olhar.